domingo, 13 de dezembro de 2009

Faze-nos deuses

…e o povo assentou-se para comer e beber, e levantou-se para divertir-se.” (Ex 32:6b)

As festas judaicas têm a característica de serem longas e alegres. É um povo que gosta de comer, beber, ouvir música, dançar. Mesmo as festas religiosas são assim. No entanto, nem sempre as festas judaicas , mesmo as religiosas, tiveram origens corretas ou se dirigiram ao único e verdadeiro Deus.

Como todo povo impaciente - e as pessoas são impacientes e ansiosas - vendo que Moisés demorava para voltar do Sinai os israelitas pediram a Arão que fizesse um outro deus pois aquele que os tirara do Egito com mão forte e poderosa parecia ter ficado quieto. Assim que o bezerro de ouro ficou pronto foi adorado e o povo comeu, bebeu e divertiu-se.

O Carnaval também é uma festa de origem religiosa. Também tem origem na ansiedade do povo cristão. Como a Igreja determinou que ninguém deveria comer carne durante os 40 dias que antecediam a Páscoa, a própria Igreja instituiu , durante a Idade Média, que o último dia antes da abstenção seria a festa da carne - “carnaval” significa, originalmente, a remoção da carne.

O que era literal ( carne, alimento) foi aos poucos tornando-se simbólico. O carnaval foi se tornando a festa onde os pecados da carne estavam liberados, seriam perdoados na 4a. feira sob o simbolismo das cinzas e , “purificados”, as pessoas voltariam a ser piedosas durante a quaresma.

Da mesma forma que os judeus durante a peregrinação no deserto, adora-se outros deuses. Da mesma forma Deus está dizendo : “ …o teu povo se corrompeu e se desviou do caminho que eu lhes havia ordenado…” Os deuses que são adorados nessa festa são conhecidos , “e são : prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçaria…bebedices, glutonarias e cousas semelhantes a estas .” ( Gl 5:19-21)

Você pode até achar o carnaval uma festa bonita e colorida, você pode dizer que só acha bonito o desfile, que só ficou vendo aquele baile na TV por que não tinha outro programa...lembre-se que a Bíblia nos ensina que a pratica e a conivência com a prática do pecado são a mesma coisa. Tenha consciência de que Deus já declarou e preveniu no passado e continua avisando no presente: não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam.

Um comentário:

sonia maria da silveira disse...

PROFESSOR FABIO,

EU ALERTEI ALGUMAS PESSOAS A ESTE RESPEITO. MAS O QUE ME PARECE É QUE ELES GOSTAM DESTAS FESTAS. COMO DIZ NAS SAGRADAS ESCRITURAS NEM TODAS AS PESSOAS QUE DIZ "SENHOR, SENHOR" ENTRARÃO NO REINO DE DEUS.

UM ABRAÇO E ATÉ DOMINGO NA ESCOLA DOMINICAL, SE DEUS, ASSIM PERMITIR