segunda-feira, 30 de junho de 2008

Chefes e índios

E vós pais não, não provoqueis vossos filhos à ira, mas criai-os na disciplina e na admoestação do Senhor (Ef 6:4)

Conta um pastor americano que, certo dia, uma professora recebeu o seguinte bilhete da mãe de um aluno que chegara atrasado na escola : “por favor desculpe o atraso do Marcos. Essa manhã ele foi deposto do cargo de chefe para índio e a cerimônia demorou um pouco mais do nós imaginávamos.”

Atualmente essa cerimônia tem feito falta em muitos lares, seja de não crentes, seja de crentes. Infelizmente muitos pais tem releutado em exercer a responsabilidade e a mordomia que Deus lhes deu. O resultado é que os “negócios” da família são controlados pelos sócios mais novos da “empresa”. Os pequenos chefes precisam aprender o valor da submissão às autoridades. É a Bíblia que ensina “Filhos , obedecei a vossos pais no Senhor, pois isto é justo”( Ef 6:1).

No entanto, apesar de ser a obrigação dos filhos obedecer, é dever dos pais se certificar que essa obediência está sendo observada adequadamente. No mesmo texto de Efésios onde encontramos a recomendação de que os filhos devem ser criados de forma amorosa mas dentro da disciplina e da admoestação do Senhor. O grande problema de muitos pais é acreditar que amor significa atender todos os desejos dos filhos. A criação dos filhos no Senhor é tão importante que é um dos pré-requisitos exigidos aqueles que aspiram a cargos de oficiais na Igreja ( I Tm 3:4-5).

Como é, então , que nós cristãos podemos evitar que os nossos pequenos índios se tornem os grandes chefes do lar ?

Primeiro : obediência é algo que se ensina o mais cedo possível – não se iluda pensando que um bebê não testa o controle dos pais e que não percebe que está ganhando ou perdendo espaço no controle do comando.

Segundo : a educação deve ser sempre com bom senso, nem tirânica nem relaxada. É importante ser justo no tratamento com as crianças – quando obedecem e quando desobedecem.

Por último : sempre que for necessário exercer a disciplina, a ação deve ser executada com amor – como Deus que só repreende a quem ama – quando uma criança percebe uma preocupação genuína por ela ela se sente muito mais confortável em obedecer uma ordem ou aceitar um bronca.

Será que você também não está precisando depor alguns chefes da sua taba ?

Um comentário:

Vilma disse...

Por aqui nossas chefes dos índios, tem sido depostas quase todos os dias rs, mas o mais importante como você disse é fazer isso com amor, não com raiva, é cada um saber o seu lugar e saber que todos os lugares são seus quando existe obediência e respeito. Se as pessoas parassem um pouco para refletir na palavra de Deus, muitos adultos não estariam sofrendo tanto hoje em dia. Tudo que eles querem é alguém que os ame e os ensine como caminhar nesse mundo, quando eles nos desafiam, eles estão dizendo: "Por favor, se você me ama, me coloque no lugar certo, que eu não sei onde é." Dizer "não" pode parecer tirania para alguns, mas para as crianças isso representa que estamos interessadas nelas e na sua segurança.

Um abraço.

Ps: você me surpreende!